Jardim Botânico mantém banco de sementes de espécies do Cerrado!

Sementes coletadas no Distrito Federal foram enviadas ao Jardim Botânico de Jundiaí há dois anos com a missão de ajudar na recuperação do Cerrado no município de São Paulo.

O trabalho para manter o catálogo começa com a coleta de frutos, principalmente dentro da Estação Ecológica Jardim Botânico de Brasília, que tem 4,5 mil hectares destinados à conservação do Cerrado.

A quantidade da amostra é avaliada pelos servidores. “Costumamos coletar uma quantidade pequena, que sabemos que não vai fazer falta na natureza”, destaca a diretora de Fitologia.

O objetivo do banco em Brasília é manter o material nativo do bioma e ainda mostrar o que a estação abriga. Priscila conta que a decisão de focar em espécies daqui foi com base no estudo de índices de jardins de outras partes do País, que já abrigam espécies exóticas, por exemplo, e distintas. “A gente vê que tem umas espécies difíceis de coletar e armazenar. Então, as procuramos.”

SAIBA MAIS AQUI: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2017/07/22/jardim-botanico-mantem-banco-de-sementes-de-especies-do-cerrado/

Postado em 2ª Série D. em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *