1ª Série D

Revolução Biônica

         Um dos caminhos que a tecnologia tem um potencial enorme para abrir é o da inclusão de pessoas portadoras de deficiência física no mercado de trabalho. Um dos líderes nessa batalha está o americano Hugh Herr, professor do Media Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology), em Massachusetts, Estados Unidos. Ele acredita que os avanços da tecnologia biônica podem liberar o potencial de uma força de trabalho que, até agora, vinha sendo subutilizada.

“Eu prevejo uma revolução de biônicos”, disse Herr.

http://www.businessinsider.com/mit-dr-hugh-herr-demos-his-bionics-legs-2013-11

Fonte da pesquisa: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/09/conheca-os-avancos-tecnologicos-que-ajudam-deficientes-a-se-inserir-no-mercado-de-trabalho.html

DESEMPREGO E TECNOLOGIA: QUAL A RELAÇÃO?

       Quando pensamos em tecnologia, rapidamente associamos a desenvolvimento. Porém para os empregados, os avanços tecnológicos tem representado um massivo retrocesso, que despreza o trabalho manual em troca das eficientes máquinas, que apresentam um custo-benefício muito mais lucrativo para os empreendedores.

       O pesadelo das massas começou durante a Revolução Industrial ( século XVII), que foi o primeiro grande salto do homem no ramo industrial, com a expansão e avanços nesse meio.  Durante esse período a atividade artesanal foi sendo aos poucos substituída pelo exaustivo trabalho nas fábricas extinguindo o sistema manufaturado que se tornou desnecessário com o surgimento das máquinas.

       O grande número de desempregados obviamente não deve-se unica e exclusivamente aos impactos e efeitos que os avanços tem trazido, mas claramente a tecnologia se mostra grande vilã quando se trata das massas em busca de emprego no âmbito mais requisitado: industrial.

Homem X Maquina

MUNDO SEM INTERNET?

       A internet hoje é um fator essencial na vida de muitas pessoas. Mas você já parou para pensar, se agora mesmo, não existisse mais a internet? Como seria? O vídeo a seguir trás a reflexão da influência das redes em quase tudo que você realiza na maioria do seu tempo. A internet afeta desde o entretenimento e a comunicação até a economia.

INDICAÇÃO DE FILME: O JOGO DA IMITAÇÃO

       O Jogo da Imitação, filme de 2014, se passa na 2ª Grande Guerra, e retrata relatos reais sobre a vida do inglês Alan Turing (Benedict Cumberbatch), conhecido como o pai da computação moderna. Turing, acompanhado de sua equipe, era encarregado de decifrar códigos de guerra nazistas, e para isso  tem como objetivo construir uma maquina que funcione à seu favor em apenas 18 horas, para desta forma decifrar o enigma, e por fim aos conflitos.

       Além de retratar temas históricos enriquecedores, e de assuntos emocionais e psicológicos delicados, o filme trás consigo uma retrospectiva sobre os primeiros passos da computação moderna, que apresenta um grande passo para a tecnologia.

TRAILER:

Obras de Pierre Vigne e celebração do Corpus Christi

    Em meio a tantos avanços (tecnológicos, científicos, medicinais…), para nós, cristãos, a fé e o amor divino continuam os mesmos, sempre acima de tudo. Na última quinta-feira, dia 26/05, comemorou-se o Corpus Christi (Corpo de Cristo), que significa “Festa de Guarda”, sagrada e extremamente importante para os católicos de todo o mundo.

   O Colégio Nossa Senhora de Fátima, como uma instituição católica, não poderia de forma alguma deixar que essa data tão especial passasse em branco. Para marcá-la na história do colégio, os alunos de todas as turmas preparam suas salas para receberem a visita do Corpo de Cristo. Além disso, as turmas do 1º e 2º ano do ensino médio também representaram algumas obras realizadas em vida pelo Padre Pierre Vigne, numa atividade denominada Cena Viva.

O 1º ANO D


    Os alunos do 1º ano D, além de terem preparado a sala para a visita do padre, representaram, na parte externa, a obra de Pierre Vigne “Dá pousada ao peregrino”. Confira abaixo os registros desse importante momento:

Imagens extraídas de: http://colegiosacramentinas.com.br

GRiDPad 1989: o primeiro tablet da história

    Quando os computadores começaram a aparecer fora das empresas, muitos usuários reclamavam de terem de usar um teclado. Por mais que a semelhança com a máquina de escrever existisse – graças ao padrão QWERTY de distribuição de letras e números – a quantidade de funções desempenhadas a partir de toques era gigantesca.

   Lembre-se de que nos anos 1980 o mouse não era um equipamento padrão em computadores pessoais, e a interface gráfica que você conhece hoje ainda estava dando seus primeiros passos. OMS-DOS e outros sistemas operacionais de linha de comando imperavam no cenário da informática doméstica.

    Quando, em 1989, a GRiD lançou o seu GRiDPad, a revolução que muitos acreditam começar agora com o iPad se iniciou de fato. A computação baseada em canetas se mostrou promissora, trocando o teclado pela tela sensível, ativada por stylus e prometendo o reconhecimento de escrita que faria qualquer pessoa aprender rapidamente a usar um computador.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/3624-a-historia-dos-tablets.htm

Heróis de nossa geração

    Já pensou se, hoje, não pudéssemos assistir a um simples vídeo no Youtube? Ou se não existissem caixas eletrônicos? Se não pudéssemos ter o prazer relaxante com o plástico bolha? Ou, ainda, se fôssemos a um show e encontrássemos um som de péssima qualidade? Práticas como essas são tão comuns em nossa rotina, que nunca procuramos buscar como e quem resolveu procurá-las de início. Confira, no vídeo abaixo, verdadeiros gênios da tecnologia que contribuíram para as gerações que se passaram…


Vídeo extraído dehttps://www.youtube.com/watch?v=NOzfDsmb54M

Enciclopédia num alfinete: assim surge a nanotecnologia

   A  primeira vez em que se falou em nanotecnologia já faz muito tempo. Um físico chamado Richard Feyman comentou em Dezembro de 1959 sobre um breve  conceito desta tecnologia. Ele comentou a respeito do poder da manipulação de átomos e moléculas, algo que resultaria em componentes tão pequenos,que homem nenhum poderia ver.

        Ele proferiu, na Reunião Anual da American Physical Society, a palestra “There‘s plenty of room at thebottom” (“Há mais espaços lá em baixo”). Feynman anunciava ser possível condensar, na cabeça de um alfinete, as páginas dos 24 volumes da Enciclopédia Britânica para, desse modo, afirmar que muitas descobertas se fariam com a fabricação de materiais em escala atômica e molecular.

Richard Feynman. Imagem extraída de http://www.inc.com/


ONDE PODE SER APLICADA?

Aplicações da nanotecnologia. Imagem extraída de http://nanotecnologiananotecnologia.blogspot.com.br/

Fontes: http://tacidiniz.blogspot.com.br/p/como-comecou-nanotecnologia.html

http://nanotecnologiananotecnologia.blogspot.com.br/

Menos tempo, menos gastos, mais avanços

    A impressora 3D, até pouco tempo atrás, era um recurso limitado, e, por isso, muito pouco utilizado. Entretanto, com o passar do tempo, ela tornou-se uma ferramenta bem mais valorizada. Nesta semana, inaugurou-se, em Dubai, o primeiro escritório confeccionado por uma impressora 3D.

    O escritório possui 820 metros quadrados, e a impressora 7 metros de altura e 36 de comprimento. Para confeccioná-lo, foram usados concreto, fibra de plástico, gesso e vidro. Vale ressaltar que esse processo foi extremamente econômico: foi necessário somente uma pessoa para operar a impressora, a produção durou somente 17 dias e custou ficou em US$ 140 mil (R$ 500 mil), o que equivale à metade do preço de produção se considerado o método tradicional de construção.


    “Este é o primeiro escritório confeccionado por uma impressora 3D do mundo, e ele não é apenas uma ‘caixa’, mas é um lugar totalmente funcional”, disse o primeiro ministro dos Emirados Árabes Unidos (UAE), Mohamed Al Gergawi. A unidade será usada temporariamente como sala de reuniões da Fundação do Futuro de Dubai. No próximo ano, a sede do Museu do Futuro deverá ser transferida para o escritório.


Vídeo extraído de: https://www.youtube.com/watch?v=a0FNKGTNIhE
Fonte: http://www.tecmundo.com.br

Um avanço que causa problemas…

Foi mostrado no post anterior a Missão Apollo 11 e a sua importância para a tecnologia mundial. Após o lançamento desse foguete, inúmeros outros também foram à Lua. Entretanto, à medida que ir ao espaço tornou-se algo mais comum, o homem deixou lá consequências negativas, como o lixo espacial.

O QUE SÃO?


Também chamados de detritos espaciais, são objetos artificiais que não possuem mais utilidade e estão na órbita da Terra. Estes objetos formam uma espécie de nuvem sobre o planeta. Possuem tamanhos e pesos variados (de gramas até toneladas). Ficam orbitando nosso planeta a uma velocidade de aproximadamente 35 mil km/h.

O QUE CAUSAM?


A colisão entre os detritos e outros equipamentos encontrados no espaço (satélites, por exemplo), podem causar danos a estes, ou ainda gerar mais lixo espacial. Além disso, muitos desses detritos caem no planeta, e só não causam prejuízos maiores porque queimam antes de chegar ao solo. Porém, um dos principais problemas é em relação a futuro: é provável que, daqui a alguns anos, seja impossível enviar e manter satélites no espaço por conta do lixo espacial. Confira, no vídeo abaixo, o passar do tempo e a incidência de lixo espacial no universo:

Vídeo extraído de: http://incrivel.club/
Fonte: http://www.suapesquisa.com/astronomia/lixo_espacial.htm